18 setembro, 2011

Estigma

A Psicologia Social também se preocupa com um assunto relacionado muito com o preconceito e com as impressões que formamos sobre outras pessoas. Estigma, para quem não sabe, está relacionado com a "informação social", ou seja, com a informação que o indivíduo transmite sobre si. 
A sociedade estabelece os meios de categorizar as pessoas. Então, quando um estranho nos é apresentado, os primeiros aspectos nos permitem prever a sua categoria e os seus atributos, a sua "identidade social". Durante o tempo todo estamos fazendo algumas afirmativas em relação àquilo que o indivíduo que está a nossa frente deveria ser. 
Pode acontecer de surgir evidências de que o estranho possui um atributo que o torna diferente dos outros. E aí, aparece o problema: deixamos de considerá-lo uma criatura comum, reduzindo-o a uma pessoa estragada e diminuída. Tal característica é uma estigma, principalmente quando o seu efeito de descrédito é muito grande. 
Dessa forma, o termo estigma, será usado em referência a um atributo profundamente depreciativo. Fazemos vários tipos de discriminações. Utilizamos termos específicos de estigma como aleijado, bastardo, retardado,   baitola em nosso discurso sem, no entanto, pensar no seu significado original. 
E o estigmatizado? Como se sente? De antemão, vem aquela sensação de "O que será que estão pensando de mim?
São olhares, gestos e palavras... Pessoas estigmatizadas sofrem diariamente preconceito pela sua situação que, de uma forma ou de outra, os diferenciam dos demais. Devemos nos policiar para não deixar que nossas impressões os inferiorizem, afinal... Independentemente de suas características, são seres humanos como nós e DEVEM  ser tratados de forma igual.
Para finalizar, vale ressaltar que um atributo que estigmatiza alguém pode confirmar a normalidade do outro, portanto, ele não é nem honroso nem desonroso. Daí o cuidado especial que devemos ter com as generalizações. 
É o momento de rever nossos conceitos e parar para analisar como agimos perante os outros. Vamos praticar esse exercício! 

Para mais informações sobre o assunto, sugiro esta obra (na qual me baseei para escrever o post): 
GOOFMAN, E. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Rio de Janeiro: Guanabara, 1988.
Tenham todos uma ótima semana!  
Marina Coelho.

12 comentários:

  1. Pior ainda deve ser ser-se ignorado!
    Mas o estigma é suficientemente ghettizador!

    ResponderExcluir
  2. Biazita, é aquele lance "não faça com o outro o que não quer que faça consigo". Se queremos ser respeitados, assim devemos tratar o próximo, com total respeito.

    bjokitas pra ti flor!!
    ;)

    ResponderExcluir
  3. agora fiquei com vontade de comprar o livro O.o

    ResponderExcluir
  4. Boa noite.

    Adorei!!
    O pior de tudo é que; uma vez que ninguém é perfeito, qualquer atitude desumana, é por si, hipócrita.

    Tenha um lindo fim de semana.

    Um grande abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  5. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso?
    (sinopse do meu blog)

    Acessa o meu blog?

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/
    "Blog de uma adolescente"

    Se gostar do meu blog, segue lá, vou ficar muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  6. Bia
    Concordo com o nosso querido amigo mfc, pior que o preoconceito, que sem dúvida é uma erva daninha que deve ser eliminada, é também o fato de ser ignorado!Bjkas com carinho, dona sumida. Estoiu com saudades!

    ResponderExcluir
  7. Hoje estou passando para desejar
    um feliz final de semana.
    Deixar um carinho meu como
    sempre tento fazer sempre.
    Em cada blog onde encontrei carinho
    e amizade sincéra.
    O amor por você nasce desse contato
    simples que sempre tento passar .
    Gosto de ver você no meu blog ,
    mais sei que nem sempre é possivel.
    Graças a Deus você tem uma infinidade de amizades.
    Bjs,no coração e na alma.
    Evanir.
    Um feliz dia do professor
    caso ñ for essa sua profissão
    não importa um dia todos nos tivemos um.

    ResponderExcluir
  8. Poxa, que beleza de escrito, palavras tão bem colocadas e um sentido tão claro...Parabéns pelo Blog, seus textos são realmente muito bons, escreves maravilhosamente bem, tens uma sensibilidade admirável, tudo aqui me agradou, então não hesitei em me tornar seu seguidor...

    Quando puder, passa la no meu tbm e vê o que acha
    http://essenciaego.blogspot.com/

    Abraço apertado
    Té mais ;P

    ResponderExcluir
  9. Sempre bom vir aqui, aprender com você.
    Perfeito o post.
    Um alerta para uma rica reflexão sobre o tema! Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  10. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Recomeçar. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Beatriz

    Muito bom a sua companhia nesse ano de 2011 comigo lá nos meus blogs!

    Boas Festas!

    "Desejo a você em 2012... 365 dias de felicidades, 52 semanas de saúde e prosperidade, 12 meses de amor e carinho; 8.760 horas de paz... Que neste novo ano você tenha 1.000 motivos para sorrir..."
    Bjkas com super carinho!

    ResponderExcluir
  12. Feliz Natal, mas não somente feliz no Natal e sim a cada momento da vida e com os amados e os que te amam, feliz a cada palavras lida ou as tuas escritas, feliz em saber que a vida ainda vale a pena e que amar não tem precisão, mas é necessário, feliz e simplesmente com teu sorriso, obrigado e tenha um noite saborosa e com harmonia, mas ale de tudo isso não esqueça de olhar para as estrelas e me enviar um sorriso cheio de energia boa e azul,beijos !!!

    ResponderExcluir

Olá querido(a) leitor(a)!
Agradeço desde já a visitinha ao meu cantinho.
Espero, sinceramente, que tenha gostado e que o veja novamente por aqui!

O seu comentário será muito bem-vindo!
Acredito que o blog é uma forma de crescermos mais como seres humanos e nada melhor para isso que compartilhar experiências e pensamentos!

Desde já agradeço pelo carinho!
Beijinhos!